Kontaveit troca as voltas a Ostapenko e segue em frente no Australian Open

Ostapenko AO4

Depois de uma vitória tranquila frente à veterana Francesca Schiavone (6-1 e 6-4) na ronda inaugural do Australian Open, e de ter “abanado” no duelo seguinte com Ying-Ying Duan, Jelena Ostapenko (7.ª) não resistiu, esta sexta-feira, a Anett Kontaveit e despediu-se da 106.ª edição do major australiano.

No último encontro da jornada na Margaret Court Arena, a campeã em título de Roland Garros reagiu bem à derrota no primeiro set com um parcial esmagador na segunda partida, mas relevou-se incapaz de contrariar o ténis da 33.ª classificada mundial, acabando eliminada por 6-3, 1-6 e 6-3.

Na antecâmara deste duelo, a jovem letã de 20 anos recordava que conhecia a sua adversária desde os tempos em que ambas jogavam o escalão de júniores e que esperava “um jogo muito duro”. E a verdade é que Ostapenko acertou no seu prognóstico, pois só ao cabo de uma hora e 53 minutos é que ficou conhecido o desfecho da contenda, com Kontaveit a igualar em Melbourne Park o seu melhor resultado em torneios do Grand Slam até à data (chegara igualmente à quarta ronda no US Open de 2015).

A tenista da Estónia, que apesar de pouco mediática já conta no currículo com vitórias frente a Angelique Kerber e Garbiñe Muguruza, vai defrontar no jogo dos oitavos de final a espanhola Carla Suárez Navarro, antiga top 10 mundial e duas vezes quartofinalista da prova.

Total
1
Shares
Total
1
Share