Roger Federer revela pormenores do seu calendário para 2018

Federer AO
Fotografia: Ben Solomon/Tennis Australia

Foi a primeira vez que questionaram Roger Federer sobre o calendário de 2018 e o suíço revelou alguns detalhes sobre os torneios que pretende jogar se tudo correr como planeado, deixando também algumas dúvidas.

Em declarações ao L’Equipe, o suíço confirmou que o calendário irá “conter os torneios de Halle e Wimbledon em relva (…) depois de jogar na Austrália, Indian Wells e Miami”. “Sobre o resto da época, sem dúvida que irei à América do Norte [ATP Masters 1000 de Toronto e Cincinnati], US Open, Laver Cup, Shanghai, Basileia e se tudo correr bem as ATP Finals“, afirmou Federer.

Após as confirmações, vieram também algumas dúvidas: “Dubai não tenho a certeza porque pela primeira vez em muitos anos não tenho contrato. O mesmo digo para o torneio de Estugarda”. Em relação à temporada de terra batida, claramente é uma “grande decisão” que o atual número dois mundial ainda irá tomar.

Depois de confirmar que a Taça Davis não está nos seus planos para 2018, Roger Federer sente que “a ausência desta competição no meu calendário me oferece uma liberdade total pois sei onde vou estar nessa semana em específico”.

“Depois de tudo o que se passou em 2016 [conquista da Taça Davis na Suíça perante 27 mil pessoas], a minha prioridade é sempre a saúde”, concluiu o suíço que se estreará no Australian Open com o esloveno Aljaz Bedene (ver quadro masculino aqui) na manhã desta quarta-feira (em Portugal Continental). A ordem de jogos pode ser consultada aqui.

Diogo Leite
Licenciado em Gestão e com o Mestrado em Finanças concluído. É um apaixonado por ténis e padel. Adora conhecer tudo e todos dentro da modalidade, bem como estar a par das recentes notícias.