João Monteiro não foi feliz na estreia e também está fora do Australian Open

Uma madrugada muito difícil para o ténis português. Dos quatro tenistas lusos que entraram em ação na madrugada desta quarta-feira, nenhum conseguiu ultrapassar a primeira ronda da fase de qualificação do Australian Open.

O último a sair de cena foi João Monteiro (253.º), ele que fez a estreia absoluta em torneios do Grand Slam no court número 7 de Melbourne Park. O tenista portuense não conseguiu superar Carlos Taberner (186.º), sendo eliminado após uma longa batalha com recurso aos parciais de 6-2, 4-6 e 7-5.

A jogar pela segunda vez na carreira frente ao jovem espanhol — foi derrotado na outra ocasião em Hammamet, 2017 — o tenista português teve dificuldades em apresentar o seu melhor ténis no primeiro set, com o resultado a espelhar bem o que se passou no court.

Já no segundo, João Monteiro reagiu e entrou finalmente em jogo, chegando inclusivamente a liderar por 3-1 com um break de vantagem. Contudo essa quebra foi devolvida no jogo a seguir e o parcial seguiu sem breaks até ao décimo jogo, altura em que o português passou para a frente, ao fazer um break cirúrgico que lhe permitiu forçar uma terceira e decisiva partida.

Mais solto e confiante, o portuense entrou muito bem no set decisivo, ao adiantar-se rapidamente para 4-1. Nessa mesma altura, o tenista espanhol respondeu com três jogos consecutivos igualando a contenda. De seguida ambos os jogadores acabariam por fechar os respetivos jogos de serviço e foi ao 11.º jogo do terceiro set que o tenista de 24 anos sofreu a quebra decisiva.

Com este resultado, Portugal fica sem qualquer tenista presente na fase de qualificação, restando agora apenas João Sousa no quadro principal do Happy Slam.

Total
2
Shares
Total
2
Share