Starace e Bracciali absolvidos na investigação de viciação de resultados

A Federação Italiana de Ténis tem protagonizado uma enorme batalha contra as apostas e viciações de resultados, mas desta vez teve que recuar no castigo a Potito Starace e Daniele Bracciali.

A 6 de Agosto de 2015, Bracciali (39 anos) e Starace (36 anos) foram banidos para sempre da modalidade pela Federação Italiana, depois de já terem cumprido uma suspensão em 2008. No entanto, nesta terça-feira, ambos foram absolvidos pelo Tribunal de Cremona.

Potito Starace admitiu em declarações recolhidas pela RAI Sport que está “feliz” e que finalmente foi “feita justiça após anos longos e difíceis. Fui absolvido duas vezes pela justiça desportiva [foi absolvido também do caso de 2008] e, agora, pela justiça civil”.

No entanto, o antigo número 27 do ranking ATP assume que “fica um amargo de boca porque na altura estava muito bem classificado. Os três anos que eu perdi ninguém poderá devolvê-los”.

Não há ainda nenhuma decisão oficial de Starace se voltará a competir a nível profissional, mas Daniele Bracciali não perdeu tempo algum. O experiente italiano completa nesta próxima quarta-feira 40 anos e já está a competir em pares nesta semana no Südwestbank Tennis Grand Prix 2018, Future alemão de 15 mil dólares, já que usufrui de um ranking protegido (#68).

Daniele Bracciali teve, inclusive, um encontro de exibição perante o antigo número um nacional Fred Gil a meio do mês de Dezembro, disputado em Itália.

Total
1
Shares
Total
1
Share