João Sousa regressa a Auckland com uma vitória à Conquistador

João Sousa em Auckland

João Sousa entrou a ganhar em 2018. Com Auckland escolhido como palco de estreia para aquela que será a quinta temporada a tempo inteiro a jogar torneios de categoria ATP, o melhor tenista português de todos os tempos superou uma batalha de três parciais para regressar de forma feliz a um palco de boas memórias.

Se há um ano tinha tido como último adversário no torneio neozelandês um tenista dos Estados Unidos da América, desta feita foi a abrir a campanha. E aquilo que Jack Sock lhe fez (na altura, foi o primeiro a “roubar” um set ao português, num encontro em que acabaria também por ficar com o título), Donald Young (61.º) tentou repetir, mas sem sucesso.

Do encontro desta segunda-feira, o jogador natural de Chicago só levou o primeiro parcial. E porque o tenista português não conseguiu aproveitar nenhum dos quatro set points de que dispôs no tiebreak. Depois, a reação de João Sousa surgiu e o pupilo de Frederico Marques não mais se deixou apanhar em contrapé.

Com um break no jogo inaugural do segundo set, o número 1 português e 57.º do mundo garantiu a diferença necessária para — com a devida paciência — vir a empatar a contenda. E assim, à Conquistador, passo a passo, Sousa foi recuperando terreno e fazendo estragos com as suas pancadas profundas (em particular a de direita) no jogo de Donald Young, que no verão de 2017 viveu o melhor momento da carreira ao chegar à final de Roland Garros em pares, juntamente com Santiago Gonzalez.

E assim, ao fim de 2h08, o triunfo chegou: com os parciais de 6-7(8), 6-4 e 6-2 e vários apontamentos dignos de registo à mistura, mas também muitos erros — o que é, agora mais do que nunca, perfeitamente compreensível: tratou-se do primeiro encontro da época para ambos os jogadores.

Como próximo adversário, ou o wild card chinês Wu Yibing, que tem apenas 18 anos e é o campeão em título do US Open de juniores (e 301.º do mundo) , ou o muito experiente David Ferrer. Aos 35 anos, o espanhol é o sétimo cabeça de série (37.º ATP) e procura o quinto título de campeão na cidade de Auckland.

Segundo os livros: foi com um passing shot de direita que João Sousa conseguiu o importantíssimo primeiro break do último set:

Total
10
Shares

Leave a Reply

Total
10
Share