Gilles Simon volta a erguer um troféu quase três anos depois

Foi preciso esperar quase três anos para Gilles Simon regressar aos títulos ao mais alto nível, ao conquistar em Pune o 13.º troféu da carreira e iniciar assim o ano de 2018 da melhor forma possível.

Bem longe dos seus melhores tempos — foi número 6 mundial em 2009 — e ocupando atualmente a 89.ª posição do ranking mundial, o tenista gaulês teve uma semana de excelente nível, onde deu excelentes indicações para a temporada que agora se inicia, tendo sido responsável pela eliminação dos três primeiros cabeças de série da inédita prova (Marin Cilic, Roberto Bautista Agut e Kevin Anderson).

Na final, a ‘vítima’ foi o número 14 mundial, Kevin Anderson, tenista que nunca havia derrotado nos três anteriores encontrados disputados entre ambos. Desta vez a vitória sorriu ao gaulês pelos parciais de 7-6(4) e 6-2, culminando esse triunfo com o regresso aos títulos.

A precisar de pontos para evitar a saída do top 100 mundial, o tenista natural de Nice esteve bastante bem no capítulo do serviço, ao vencer 74% dos pontos disputados no mesmo, salvando pelo meio quatro de cinco break points (todos no primeiro set).

Confirmada a boa entrada em 2018 e o primeiro título desde a conquista do ATP 250 de Marselha em 2015, Gilles Simon vai dar um grande salto na hierarquia mundial, passando agora a ocupar o 57.º posto do ranking ATP.

Já o sul-africano falha o regresso ao top 10 mundial mas tem bons motivos para sorrir, visto que esta semana lhe valeu uma subida de três posições na classificação. Na próxima atualização do ranking será o número 11 mundial a apenas cinco pontos do 10.º posto.

Total
1
Shares
Total
1
Share