“Relógio para contar o tempo entre pontos é obrigatório”, afirma Cilic

Marin Cilic 22
Fotografia: Thomas Lovelock

Depois da introdução de algumas mudanças no Next Gen ATP Finals, já são vários os tenistas que se manifestaram em relação às novas medidas que têm sido implementadas. O último a comentar estas novas regras foi o croata Marin Cilic.

À margem do Tata Open Maharashtra, disputado esta semana na localidade indiana de Pune, o croata afirmou, em declarações ao The Times of India, que é “um rapaz tradicional, que gosta das regras aplicadas hoje em dia. No entanto, algumas pequenas mudanças são necessárias e, com a tecnologia atual, são bem-vindas”.

“Para mim, as mudanças deverão ser o uso mais frequente do olho-falcão, bem como o relógio para contar o tempo entre os pontos, que já iremos usar no Australian Open“, respondeu o jogador de 29 anos quando questionado sobre as mudanças mais urgentes.

Marin Cilic justificou ainda a sua opção com o facto de “muitos árbitros serem inconsistentes, há muita diferença entre os mais exigentes e os mais calmos, e isso não pode acontecer”.

Já em relação ao coaching, o croata afirmou que “as coisas devem manter-se como estão até agora”, não havendo necessidade de nenhuma alteração nas regras.

O campeão do US Open de 2014 venceu, esta quarta-feira, o indiano Ramkumar Ramanathan, por 6-4 e 6-3, e irá disputar amanhã o acesso às meias finais com o francês Pierre-Hughes Herbert.

Total
1
Shares

Leave a Reply

Total
1
Share