Surpresa: Kei Nishikori escolhe dois torneios Challenger para regressar ao circuito

Kei Nishikori

Não vai a jogo em Melbourne, mas vai em Newport. Poucos minutos depois de anunciar a desistência do Australian Open, cujo quadro principal começa a jogar-se no dia 15 de janeiro, Kei Nishikori foi anunciado pela organização do Oracle Challenger Series, cujo primeiro torneio se começa a jogar no dia 20 do mesmo mês.

Há uma lógica fácil de compreender (e muito humilde) por trás da decisão: quando anunciou a desistência do primeiro Grand Slam da temporada, o japonês disse que “não me sinto pronto para jogar encontros à melhor de cinco sets“, o que não significa que não se sinta pronto ou não deva competir.

Por isso mesmo, o tenista nipónico aceitou um wild card para disputar o primeiro de dois torneios que este ano vão fazer a sua estreia no calendário dos circuitos, e que “foram criados para oferecer aos jogadores norte-americanos mais oportunidades” e vão de encontro à missão do seu principal patrocinador, que quer “apoiar o ténis norte-americano aos níveis profissionais e universitários.” Ao mesmo tempo que os dois torneios ATP Challenger, serão jogados dois WTA 125k.

Mas há mais: para além de Newport, também a cidade de Dallas vai dar as boas vindas ao ex-finalista do US Open (jogou a final em 2014, perdendo para Marin Cilic). O RBC Tennis Championships of Dallas vai jogar-se entre os dias 29 de janeiro e 3 de fevereiro, também em piso rápido, e também não perdeu tempo a anunciar a ida do jogador nipónico.

O regresso humilde, sete anos depois

A viagem a Newport marcará o regresso a torneios de categoria Challenger por parte de Kei Nishikori pela primeira vez em mais de sete anos: o último evento disputado pelo japonês de 28 anos foi o Champaign-Urbana Challenger, nos Eatados Unidos da América, em novembro de 2010.

Porquê um wild card?

É simples: dizem as regras do circuito profissional masculino que os jogadores do top 50 mundial ATP não se podem inscrever em torneios de categoria Challenger. No entanto, aqueles que estiverem posicionados entre o 11.º e o 50.º posto podem aceitar wild cards para os mesmos, precisamente o que foi feito por Kei Nishikori.

Total
3
Shares

Leave a Reply

Total
3
Share