Berdych perde em Doha e torna-se alvo dos cyberbullies

Tomas Berdych 0
Fotografia: Henk Koster

Realizou-se esta terça-feira, no Qatar Exxonmobil Open, o encontro que colocou frente a frente Tomas Berdych e Jan-Lennard Struff. O alemão, carrasco de Portugal na Taça Davis, levou de vencida o checo em três sets, por 4-6, 6-1 e 7-6(4), com a derrota a revelar-se duplamente frustrante para o atual 19.º classificado do ranking mundial. Além de ver a sua participação no torneio chegar ao fim prematuramente, teve de lidar com uma série de cyberbullies que invadiram as suas redes sociais.

Em duas publicações na sua conta do Instagram, Berdych apresenta dois screenshots com exemplos dos insultos e mensagens de ódio que recebeu. O primeiro revela uma ofensa em inglês que dispensa tradução, e o segundo, em checo, refere o dinheiro e as viagens que o tenista realiza e termina com “acaba com a tua carreira, incompetente!”. Ainda assim, o ex-finalista de Wimbeldon (2010) encarou a situação com uma pitada de humor, agradecendo o apoio dos “melhores fãs”.

Trata-se de mais um triste episódio da novela que é o cyberbullying sob a forma de ódio e ofensa a jogadores de ténis nas suas redes sociais, tendo como principal causa a frustração associada a apostas desportivas.

As mensagens vão desde insultos baratos a ameaças de morte aos próprios e às suas famílias, que no passado já afetou diversos profissionais como Caroline Wozniacki e Kevin Anderson, motivando inclusivamente declarações e partilhas públicas dos próprios com o intuito de consciencializar as pessoas da gravidade da situação.

Total
3
Shares

Leave a Reply

Total
3
Share