ATP Finals. Nadal encara a recuperação “dia a dia” na esperança de estar apto

Rafael Nadal chegou a Londres como o primeiro cabeça de série de um dos poucos torneios que ainda não conseguiu vencer mas nem isso o faz encarar o Nitto ATP Finals com tranquilidade: o espanhol está a contas com uma lesão na zona abdominal desde o Masters 1000 de Paris e apesar de já ter regressado aos treinos continua reservado em relação à condição física.

Numa pequena atualização feita na manhã desta sexta-feira através do Twitter, o tenista espanhol de 33 anos revelou-se “feliz por estar aqui em Londres” e confessou estar a encarar a situação “dia a dia depois do que aconteceu em Paris.”

Ainda à procura do primeiro título no Masters que reúne os oito melhores tenistas da temporada, o maiorquino precisa de “ver como é que as coisas decorrem”. Neste momento, já começou a servir “muito devagarinho” e o grande objetivo é, claro, “estar pronto para a segunda-feira [dia em que joga o primeiro encontro] ao mesmo tempo que cumpro os protocolos que o médico me deu.”

Até à data, Rafael Nadal já desistiu do Nitto ATP Finals em seis ocasiões (antes ou durante a competição): 2005, 2008, 2012, 2014, 2016 e 2018.

Caso acabe por ir a jogo numa semana que decide que jogador terminará a época como número um do mundo, o melhor tenista espanhol da história será substituído pelo compatriota Roberto Bautista Agut, primeiro na lista de alternates.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a histórias, a recordes. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais — por isso depois chegaram o padel, o ténis de mesa e o squash. E assim cá estamos, no Raquetc ("raquetecétera"). Como escreveu Pessoa, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."