Frederico Silva, o 13.º português a chegar ao top 200 ATP

era certo e sabia-se até que não se ia ficar por uma simples estreia mas só esta segunda-feira se tornou oficial: Frederico Silva é o 13.º tenista português da história a chegar ao top 200 do ranking ATP.

E fá-lo em grande estilo, ao subir 27 lugares para se fixar no 175.º posto.

Aos 24 anos, o jogador natural das Caldas da Rainha está a viver a melhor temporada da carreira e selou a chegada ao top 200 mundial ao atingir as quintas meias-finais da época no circuito Challenger, em Shenzhen.

Frederico Silva junta-se aos compatriotas João Cunha e Silva (1988), Nuno Marques (1989), Emanuel Couto (1995), Bernardo Mota (1997), Frederico Gil (2006), Rui Machado (2008), Leonardo Tavares (2010), João Sousa (2011), Gastão Elias (2011), Pedro Sousa (2013), João Domingues (2017) e Gonçalo Oliveira (2017) no restrito grupo de portugueses que chegaram ao top 200 do ranking ATP.

Se ordenados pela melhor classificação da carreira, Frederico Silva já surge no top 10 português:

  1. João Sousa (28.º)
  2. Gastão Elias (57.º)
  3. Rui Machado (59.º)
  4. Fred Gil (62.º)
  5. Nuno Marques (86.º)
  6. Pedro Sousa (99.º)
  7. João Cunha e Silva (108.º)
  8. João Domingues (160.º)
  9. Emanuel Couto (174.º)
  10. Frederico Silva (175.º)
  11. Leonardo Tavares (186.º)
  12. Bernardo Mota (194.º)
  13. Gonçalo Oliveira (196.º)

Um olhar mais aprofundado diz-nos ainda que o caldense é o terceiro mais velho a surgir pela primeira vez no top 200 ATP:

  1. Nuno Marques: 18 anos, 11 meses e 23 dias
  2. João Cunha e Silva: 20 anos, 8 meses e 21 dias
  3. Bernardo Mota: 20 anos, 10 meses e 19 dias
  4. Gastão Elias: 20 anos, 10 meses e 22 dias
  5. Fred Gil: 21 anos, 2 meses e 14 dias
  6. Emanuel Couto: 21 anos, 7 meses e 21 dias
  7. João Sousa: 22 anos, 2 meses e 2 dias
  8. Gonçalo Oliveira: 22 anos, 10 meses e 1 dia
  9. João Domingues: 23 anos, 7 meses e 24 dias
  10. Rui Machado: 24 anos, 4 meses e 1 dia
  11. Frederico Silva: 24 anos, 7 meses e 17 dias
  12. Pedro Sousa: 25 anos, 5 meses e 19 dias
  13. Leonardo Tavares: 26 anos, 6 meses e 6 dias
Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a histórias, a recordes. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais — por isso depois chegaram o padel, o ténis de mesa e o squash. E assim cá estamos, no Raquetc ("raquetecétera"). Como escreveu Pessoa, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."