De Minaur e o regresso ao Estoril: “Tenho o desejo de ir mais longe e erguer o troféu”

Alex de Minaur Estoril Open
Fotografia: Fernando Correia/Millennium Estoril Open

O elenco do Millennium Estoril Open começa a compôr-se. Depois de Stefanos Tsitsipas ter sido anunciado como o primeiro nome da quinta edição do torneio, a organização confirmou esta terça-feira o regresso de Alex de Minaur àquela que é a única paragem do circuito ATP em solo português — este ano marcada para 27 de abril a 5 de maio.

O anúncio surgiu apenas dois dias depois do jovem australiano ter conquistado o primeiro título da carreira, em Sydney. Entretanto já está no Australian Open (onde até derrotou Pedro Sousa na primeira ronda) e foi precisamente desde o “Happy Slam” que Alex de Minaur enviou uma mensagem à organização. “Tive uma experiência muito positiva na edição de 2018, onde senti um enorme apoio e calor do público português.”

Um ano depois de ter somado a primeira vitória da carreira em terra batida no Clube de Ténis do Estoril, o teenager de 19 anos já revela ambição de campeão e diz-se “muito motivado para regressar, estou bastante mais forte e com o desejo de ir ainda mais longe e, quem sabe, erguer o troféu de vencedor.”

Para já com um troféu de campeão, não seria uma surpresa ver Minaur chegar ao Millennium Estoril Open com um palmarés maior. Afinal, já desbloqueou a sempre difícil primeira conquista (antes tinha perdido as finais de Sydney, Washington e ATP NextGen Finals em 2018) e tem tudo para continuar a brilhar nas próximas 10 semanas de ténis em hard courts.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegaram o padel, o squash e o ténis de mesa. E assim cá estamos, no RAQUETC ("raquetecétera"). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."