Novak Djokovic iguala registo de Pete Sampras em Grand Slams e já só tem dois rivais à sua frente

Novak Djokovic
Fotografia: USTA/Andrew Ong

Primeiro Londres, depois Nova Iorque e assim, no curto espaço de dois meses, Novak Djokovic é o novo inquilino do terceiro lugar da lista de jogadores masculinos com mais títulos conquistados em torneios do Grand Slam.

Se depois da operação ao cotovelo parecia pouco provável, a verdade é que o tenista sérvio acaba a temporada de 2018 como o jogador que mais Majors venceu e a vitória deste domingo, em Nova Iorque, traduz-se na 14.ª da carreira.

Ora, o registo é suficiente para igualar a marca de Pete Sampras, que ao longo da carreira também conquistou 14 troféus entre os quatro maiores torneios do mundo (com a diferença de nunca ter conseguido ganhar em Roland Garros). Assim, à sua frente Novak Djokovic passa a ter apenas dois jogadores — os seus maiores rivais: Rafael Nadal, que tem 17 títulos, e o recordista Roger Federer, que tem 20.

Jogadores masculinos com mais títulos do Grand Slam (em singulares):

20 – Roger Federer
17 – Rafael Nadal
14 – Novak Djokovic, Pete Sampras
12 – Roy Emerson
11 – Rod Laver, Björn Borg
10 – Bill Tilden

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tiebreak. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegou o padel, o squash e o ténis de mesa. E assim cá estamos, no RAQUETC ("raquetecétera"). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."