Depois do título, Naomi Osaka estreia-se no top 10 mundial (Garcia também em destaque)

Naomi Osaka
Fotografia: USTA/Darren Carroll

No início do ano, Naomi Osaka ainda era uma tenista pouco conhecida aos olhos dos menos curiosos e ocupava o 68.º lugar no ranking WTA. Nove meses depois, tudo mudou e 48h depois de conquistar o título no US Open estreou-se no top 10 mundial.

A caminhada histórica da tenista nipónica de 20 anos em Flushing Meadows é sinónimo de um salto de 12 posições, que se traduz na passagem do 19.º para o 7.º lugar da tabela.

Igualmente notável é, também, a ascensão de Caroline Garcia à 4.ª posição do ranking mundial. A tenista francesa chega desta forma ao melhor ranking da carreira e torna-se na melhor classificada do seu país desde Amélie Mauresmo, há 11 épocas.

Serena Williams, a vice-campeã do US Open (que em julho já tinha chegado à final de Wimbledon), sobe 10 posições e passa a ser a 16.ª melhor do ranking, que continua a ser liderado por Simona Halep e a ter Caroline Wozniacki como segunda melhor classificada.

Em sentido inverso, a campeã da edição de 2017, Sloane Stephens, não passou dos quartos de final e desceu seis posições, mantendo ainda assim um lugar entre as 10 primeiras (é a 9.ª, à frente de Jelena Ostapenko).

Simona Halep, 8.061 pontos
2. Caroline Wozniacki, 5.965 pontos
3. Angelique Kerber, 5.425 pontos
4. Caroline Garcia, 4.725 pontos
5. Petra Kvitova, 4.585 pontos
6. Elina Svitolina, 4.555 pontos
7. Naomi Osaka, 4.115 pontos
8. Karolina Pliskova, 4.105 pontos
9. Sloane Stephens, 3.912 pontos
10. Jelena Ostapenko, 3.787 pontos
(…)
14. Garbiñe Muguruza, 3.330 pontos
16. Serena Williams, 2.976 pontos
21. Venus Williams, 2.191 pontos
24. Maria Sharapova, 2.003 pontos
61. Victoria Azarenka, 951 pontos
(…)
573. Inês Murta, 49 pontos
592. Maria João Koehler, 45 pontos
697. Francisca Jorge, 31 pontos
1007. Sara Lança, 9 pontos 1060
1060. Cláudia Gaspar, 7 pontos
1162. Maria Inês Fonte, 5 pontos
1233=. Rita Pinto, 3 pontos
1233=. Leonor Oliveira, 3 pontos
1233=. Lúcia Quitério, 3 pontos
1233=. Ana Filipa Santos, 3 pontos

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegaram o padel, o squash e o ténis de mesa. E assim cá estamos, no RAQUETC ("raquetecétera"). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."