Kevin Anderson e Stefanos Tsitsipas vão discutir um lugar na final de Toronto

Fotografia: Christopher Levy

Primeiro Kevin Anderson, depois Stefanos Tsitsipas. Estão encontrados os dois primeiros semi-finalistas do Masters de 1000 de Toronto. O sul-africano e o grego tiveram embates com histórias completamente diferentes para selar os seus respetivos triunfos esta sexta-feira e marcaram encontro um com um outro para a penúltima fase do torneio.

O número seis mundial foi o primeiro a entrar em court e ao fim de apenas 67 minutos já tinha a tarefa despachada. A mais recente vítima do gigante africano foi Grigor Dimitrov (5.º), com a vitória a cifrar-se com os parciais de 6-2 e 6-2 numa partida dominada do início ao fim.

O serviço foi uma arma crucial no ténis do jogador de 32 anos que não enfrentou qualquer ponto de quebra, conseguido quebrar o serviço do búlgaro por quatro ocasiões, duas em cada set.

Se Anderson foi rápido, Tsitsipas teve de recorrer a serviços extra para seguir em frente. O número 27 mundial continua em grande forma e afastou na presente jornada o campeão da última edição, Alexander Zverev.

Na reedição da meia-final de Washington disputada na semana passada, o jovem grego fez das tripas coração, e depois de salvar dois match points, derrotou o 3.º top 10 de forma consecutiva, desta vez o número 3 do mundo, por 3-6, 7-6(11) e 6-4.

A meia-final entre Anderson e Tsitsipas será a repetição do encontro da segunda ronda do Millennium Estoril Open da presente temporada, onde o mais jovem dos jogadores saiu por cima.

Francisco Semedo
A tirar a licenciatura em Turismo na Universidade Europeia, desde cedo se interessou pelo ténis. Começou aos 9 e desde então tem um olhar atento e constante de tudo o que se passa naquela que considera ser a melhor modalidade a todos os níveis.