Stefanos Tsitsipas faz de Dominic Thiem a sua mais recente vítima e ruma aos ‘oitavos’ em Toronto

É uma rivalidade dos tempos modernos: são já cinco os encontros entre Stefanos Tsitsipas (27.º) e Dominic Thiem (8.º) em 2018. E se à partida para o duelo desta quarta-feira a igualdade imperava no confronto direto, ‘El Greco’ tratou de pender, pela primeira vez, a balança para o seu lado. O triunfo em dois sets — definidos pelos parciais de 6-3 e 7-6(6) –, garantem a estreia do prodígio grego nos oitavos de final de um torneio Masters 1000.

A explicação para o desnível apresentado entre os dois protagonistas pode passar pelo contraste no periodo pós-Wimbledon. Enquanto o atleta de Atenas tirou umas mini-férias e regressou para se sagrar semifinalista do torneio ATP 500 de Washington (perdeu apenas para Alexander Zvererv, o eventual campeão), Thiem optou por competir nos torneios de terra batida europeus de onde resultou um par de prestações bem abaixo das expetativas.

No embate de Toronto houve somente uma oportunidade de quebra ao longo das duas partidas disputadas. Nesse raro momento, durante o quarto jogo do set inaugural, Tsitsipas conseguiu ser altamente eficaz e colocar-se em vantagem.

Mais tarde, na segunda e decisiva partida, o cerrado equilíbrio de forças levou a decisão da contenda para um tie break. Aí, mais uma vez, o NextGen de 19 anos revelou astúcia e soube carimbar o triunfo ao cabo de uma hora e vinte e dois minutos.

Nos oitavos de final da Rogers Cup, Tsitsipas — atualmente no melhor ranking da sua carreira –, irá defrontar pela primeira vez o sérvio Novak Djokovic (10.º), num encontro que reúne todas as condições para proporcionar um autêntico espétaculo.

Também esta quarta-feira, o tetra-campeão da prova (2007, 2011, 2012 e 2016) levou de vencida o wild card local Peter Polansky (121.º) pelos parciais de 6-3 e 6-4.

António Vieira
Natural de Lisboa e licenciado em Gestão, vê no Ténis uma extraordinária modalidade com vasto potencial a ser explorado em Portugal. Tem como principal objetivo a contribuição no seu crescimento partilhando com o Mundo a sua espetacularidade.