Faltou um bocadinho assim: Maria João Koehler falha quartos de final da Olevra Cup

PALMELA – Um ponto. Foi a essa distância que Maria João Koehler esteve de garantir a presença nos quartos de final do quadro principal de singulares da Olevra Cup, tendo a portuense disposto de um match point no segundo parcial.

À procura da sétima vitória consecutiva (as cinco primeiras foram conquistadas em Guimarães, onde voltou aos títulos), a tenista portuense de 25 anos sofreu a reviravolta frente a Sarah-Rebecca Sekulic (408.ª), que venceu por 0-6, 7-6(7) e 6-3 em 2h30.

Depois de um bom começo, Maria João Koehler viu a tenista alemã, sétima cabeça de série, entrar no jogo e começar a discutir a vitória, mas mesmo com 10 breaks nos 12 jogos de serviço do segundo set ainda dispôs de dois match points — no tiebreak.

Não foi, contudo, suficiente e com o terceiro set chegou a reviravolta de Sekulic, que com a vitória ao fim de duas horas e meia de encontro segue para os quartos de final do ITF de 25.000 dólares que se joga no SPARKS Tennis Park Palmela. Eva Guerrero Alvarez, que derrotou Shalimar Talbi, é a sua próxima adversária.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tiebreak. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegou o padel, o squash e o ténis de mesa. E assim cá estamos, no RAQUETC ("raquetecétera"). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."