Inês Murta apura-se para o quadro principal da Olevra Cup

Inês-Murta
É a primeira a passar pelo qualifying em Palmela.

PALMELA – Bom começo de dia no SPARKS Tennis Park Palmela, onde Inês Murta garantiu a qualificação para o quadro principal de singulares femininos da Olevra Cup. O torneio internacional feminino com 25.000 dólares em prémios monetários arrancou no sábado e joga-se até ao próximo domingo.

Número 1 nacional (e 602 WTA), a jogadora algarvia de 21 anos teve como adversária a alemã Anica Stabel (sem ranking). E se começou por ser uma equilibrada batalha aquela que as duas jogadoras protagonizaram como primeiro encontro do dia no court central, no segundo parcial a tarefa tornou-se bem mais fácil para a jogadora da casa, que venceu por 7-5 e 6-1, quando o relógio apontava 1h44.

A vitória desta segunda-feira foi a segunda de Inês Murta em Palmela, ela que tinha ficado isenta da primeira eliminatória do qualifying por ser a quinta cabeça de série. Assim, o número de portuguesas no quadro principal aumenta para 4 (Maria João Koehler, Lúcia Quitério e Sara Lança receberam wild cards) e ainda pode aumentar caso Francisca Jorge também cumpra com sucesso o seu desafio.

Primeiro set:

Inês Murta (5/POR) vs. Anica Stabel (GER), última ronda qualifying ITF $25.000 Palmela:

Publicado por Raquetc em Segunda-feira, 9 de Julho de 2018

Segundo set:

Inês Murta (5/POR) vs. Anica Stabel (GER), última ronda qualifying ITF $25.000 Palmela:

Publicado por Raquetc em Segunda-feira, 9 de Julho de 2018

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tiebreak. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegou o padel, o squash e o ténis de mesa. E assim cá estamos, no RAQUETC ("raquetecétera"). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."