Mauresmo: “Fui escolhida para trazer soluções concretas aos jogadores”

Amélie-Mauresmo

A Federação Francesa de Ténis anunciou no sábado que Amélie Mauresmo será a nova selecionadora francesa da Taça Davis, a partir de 2019.

A escolha dos responsáveis federativos faz da antiga número 1 mundial a primeira mulher a capitanear a seleção francesa masculina, algo que deixa Mauresmo muito orgulhosa.

“Estou ciente que esta é uma decisão sem precedentes [na equipa francesa da Taça Davis]. Tenho muito orgulho em ser a primeira mulher a abrir esta porta. Mas a ideia não é apenas colocar aqui uma mulher e dizer que mudámos as coisas, não! Fui escolhida para trazer soluções concretas aos jogadores, que é o que mais importa”, disse, em entrevista ao Le Figaro.

A pouco mais de uma semana de celebrar o seu 39.º aniversário (5 de julho), Amélie Mauresmo indicou os motivos que considera terem sido analisados para a nomeação. “Creio que a minha experiência, as competências acumuladas como tenista e selecionadora da Fed Cup e também ter treinado Andy Murray foram aspetos levados em conta”.

Mauresmo desempenhou o cargo de selecionadora francesa da Fed Cup entre 2012 e 2016 e treinou Murray entre junho de 2014 e maio de 2016. Foi também conselheira/consultora de Marion Bartoli (2013), Victoria Azarenka (2012) e Michael Llodra (2010).

João Correia
Licenciado em Sociologia e Mestre em Comunicação, Cultura e Tecnologias de Informação (ISCTE). Privilegiado por viver numa das melhores eras da história da modalidade.