Rafael Nadal: “Sinto-me sortudo por ao fim destes anos todos continuar a ir à final”

Rafael-Nadal 2
Fotografia: Roland Garros

Rafael Nadal apurou-se esta sexta-feira para a sua 11.ª final em Roland Garros após bater Juan Martin del Potro de forma autoritária. O encontro ficou marcado pelo equilíbrio no primeiro parcial, parcial que o espanhol considerou, durante a entrevista em court, ter sido crucial para o desenrolar da partida daí para a frente.

“Foi um jogo complicado. O primeiro set foi muito difícil, em que ele teve algumas oportunidades e eu tive alguma sorte. Acho que estive mentalmente preparado para contrariar as adversidades. Tentei aceitar que não estava jogar como queria no primeiro set. Sabia que tinha de aguentar e tinha a noção que se vencesse esse set o encontro ia mudar pois ele teria uma montanha para escalar. A partir daí tudo mudou, joguei melhor, mais agressivo e ele cometeu mais erros”, destacou o número um mundial que não esconde a emoção de regressar a uma final.

“Estou muito feliz por ter voltado à final, para mim é incrível. Este é o torneio mais importante da minha carreira, é emocionante voltar à final. Sem paixão por este jogo era impossível estar aqui durante tanto tempo. Sinto-me sortudo por ao fim destes anos todos continuar a ir à final”, admitiu.

O único adversário que o separa de um 11.º título, ele que nunca perdeu uma final em Roland Garros, é Dominic Thiem, tenista responsável pelas duas únicas derrotas em terra batida sofridas nos dois últimos anos. Por isto mesmo o maiorquino sabe que terá de estar ao seu melhor para vencer.

“É um jogador incrível, ele derrotou-me este ano em Madrid. É um jogador de grande intensidade, que ganhou um torneio antes de chegar aqui e já fez grandes jogos aqui. Sei que tenho de jogar ao meu melhor para lhe vencer. Sei quais são as minha chances, acredito que vou estar preparado para essa final”, considerou.

Francisco Semedo
A tirar a licenciatura em Turismo na Universidade Europeia, desde cedo se interessou pelo ténis. Começou aos 9 e desde então tem um olhar atento e constante de tudo o que se passa naquela que considera ser a melhor modalidade a todos os níveis.