Tommy Robredo: “Estou com muita vontade de ganhar o meu primeiro título da temporada”

LISBOATommy Robredo foi o primeiro jogador a garantir a qualificação para a final de singulares do Lisboa Belém Open e falou, em conferência de imprensa, sobre mais um duelo na terra batida do CIF – Clube Internacional de Foot-Ball e, claro, o que está por disputar.

“Creio que tive um pouco de sorte, porque no primeiro jogo do segundo set ele teve um break point e atirou a bola para fora, o que me permitiu recuperar. A partir daí estive melhor, a jogar mais profundo e ativo fisicamente. O jogo foi mudando pouco a pouco e depois houve uma troca de breaks mas eu já estava com uma dinâmica muito maior. O terceiro set foi a confirmação de que o jogo tinha mudado”, começou por dizer, fazendo uma curta análise ao encontro com Sebastian Ofner.

Já acerca da final, na qual terá pela frente Christian Garin, carrasco de Pedro Sousa, o espanhol de 36 anos revelou não ter um adversário favorito (o seu encontro aconteceu antes do que colocou chileno e português frente a frente). “O mais importante é que eu estou bem, a jogar a um bom nível e que não me sinto cansado para amanhã. Estou com muita vontade de ganhar o meu primeiro título da temporada.”

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegaram o padel, o squash e o ténis de mesa. E assim cá estamos, no RAQUETC ("raquetecétera"). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."