Mais três tenistas portugueses eliminados na Quinta do Lago

-Francisco Cabral.

Ao terceiro dia de competição, o quadro principal de singulares do The Campus Future, na Quinta do Lago, perdeu mais três tenistas portugueses, o que faz com que Daniel Batista seja agora o único representante luso na prova individual.

Depois da eliminação de Tiago Cação na segunda-feira e de Luís Faria e João António no dia de ontem, esta quarta-feira despediram-se do torneio Francisco Cabral, Francisco Dias e Tomás Almeida.

O primeiro a pisar o court foi Francisco Dias (1510.º), que resistiu durante 59 minutos no embate com Maximilian Neuchrist (368.º) — parciais de 6-2 e 6-0; depois seguiu-se Francisco Cabral (862.º), que apesar de ter entrado a todo o gás frente a Johan Nikles, 897.º do ranking, acabou derrotado por 0-6, 6-2 e 6-1. Finalmente Tomás Almeida (ocupou a vaga deixada pela desistência de Fred Gil) cedeu ante Marc-Andrea Huesler (568.º), por 6-2 e 6-0.

Deste modo, e como já referido em cima, Daniel Batista é então a última esperança portuguesa em prova, tendo a espinhosa missão de medir forças na jornada de amanhã com o primeiro cabeça de série, Tsung-Hua Yang (251.º).

No torneio de pares, destaque para a dupla formada por Luís Faria & Martim Prata, que se encontra nos quartos de final.

João Correia
Licenciado em Sociologia e Mestre em Comunicação, Cultura e Tecnologias de Informação (ISCTE). Privilegiado por viver numa das melhores eras da história da modalidade.