Indian Wells: À entrada para os oitavos de final, Federer é o único com Masters 1000 no currículo

Roger Federer

O Masters 1000 de Indian Wells está a entrar na reta final: com a jornada de terça-feira concluída, ficaram a ser conhecidos todos os jogadores apurados para os oitavos de final de singulares. E, entre eles, apenas um sabe o que é ganhar uma prova desta categoria.

Trata-se do mais velho de todos, que é, simultaneamente, o mais titulado: Roger Federer. Aos 36 anos, o suíço não só é o campeão em título do torneio como detém um total de 27 troféus que dizem respeito a conquistas em Masters 1000.

Apesar de não existir mais nenhum jogador em prova com (pelo menos) um Masters 1000 no portfólio, estão ainda em ação jogadores que já venceram ou pelo menos jogaram finais de torneios do Grand Slam: Juan Martin del Potro, que conquistou o US Open em 2009, Milos Raonic (finalista de Wimbledon em 2016) e Kevin Anderson, finalista da última edição do Grand Slam norte-americano.

Talvez seja ainda justo referir o espanhol Feliciano López, que na variante de pares já jogou e venceu quer finais Masters 1000, quer de torneios do Grand Slam.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tiebreak. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegou o padel, o squash e o ténis de mesa. E assim cá estamos, no RAQUETC ("raquetecétera"). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."