Jack Sock pode não receber cachê de Auckland por falta de empenho

JackSock
Fotografia: Thomas Lovelock/ATP World Tour

Estalou a polémica na Nova Zelândia após a saída prematura de Jack Sock no ATP 250 de Auckland. O primeiro cabeça de série do torneio foi eliminado na estreia e está a ser acusado de falta de empenho.

O número oito mundial beneficiou de um bye na ronda inaugural e estreou-se perante o alemão Peter Gojowczyk (#65 ATP), acabando derrotado pelos parciais de 6-3 e 6-3 e as dúvidas sobre o seu empenho surgiram de imediato.

O jornal NZ Harold, depois de ter avançado no início da semana que Sock não voltaria mais a ser convidado, acrescenta na edição deste sábado que o tenista norte-americano não deverá inclusive receber o cachê que lhe estaria destinado de cerca de 100 mil dólares.

Questionado sobre o assunto, Karl Budge, diretor do torneio, não confirmou a notícia: “Quaisquer assuntos comerciais, receba ou não o cachê, são comigo e com o Jack [Sock]. Tivemos uma longa relação com o Jack e existiu um apoio mútuo ao longo de vários anos.”

Jack Sock foi também acusado de falta de explicações na conferência de imprensa após o encontro e faltou ainda a compromissos que estavam programados com os patrocinadores ao longo da semana.

Estudante de Mestrado Integrado em Engenharia Informática e de Computação na FEUP. Antigo atleta de competição e ligado à modalidade no campo jornalístico desde 2010. A paixão e anos de dedicação a este desporto fascinante levam-no a ter um olhar atento sobre o mesmo.