Dominic Thiem desiste do Australian Open e aponta à Golden Swing sul-americana

Dominic Thiem anunciou, esta terça-feira, a desistência do Australian Open, um anúncio que fez do tenista austríaco o primeiro membro do top 15 ATP (que deixará em breve) a abdicar do primeiro torneio do Grand Slam de 2022.

Nas redes sociais, Thiem escreveu que “depois de umas pequenas férias, a minha equipa e eu decidimos fazer uma alteração ao calendário inicial e vou começar a minha época na América do Sul, no Cordoba Open, no final de janeiro.”

“Acreditamos que esta é a decisão certa para ter um bom regresso à competição. Por agora vou continuar na Áustria e depois vou treinar ao ar livre para preparar o meu primeiro torneio do ano”, acrescentou o finalista de 2020 do Australian Open.

No mesmo comunicado, Dominic Thiem acrescentou que “apesar do imprevisto que senti no Dubai já me estou a sentir bem, o meu pulso está nas condições ideais e estou a treinar normalmente e a uma boa intensidade.”

Com a desistência, o austríaco perderá os 1.200 pontos relativos à final de 2020 e deixará o top 40 mundial pela primeira vez desde maio de 2015.


Total
8
Shares
Total
8
Share