Martin e Tseng, round 2: o que dizem do reencontro na Maia

Sara Falcão/FPT

MAIA – Duas semanas na Maia, dois encontros nas meias-finais da competição entre Andrej Martin (primeiro cabeça de série) e Chun-hsin Tseng (sétimo). Há uma semana venceu o menos cotado, que também arrecadou o anterior, já em 2019. Será à terceira a vez de Martin? Ou não há duas sem três para Tseng? Ouvimos o que os protagonistas da segunda meia-final têm a dizer sobre o reencontro.

Andrej Martin (118 ATP) vai jogar a quarta meia-final do ATP Challenger Tour em solo português (perdeu as três anteriores, duas delas na Maia, a semana passada e em 2019) e a sétima do ano. Vai buscar a primeira final de 2021, ele que conta já com 12 troféus a este nível.

“Gosto desta posição. Quando perco com alguém sinto que lhe posso ganhar, que não sou pior jogador e que posso melhorar. Será um grande desafio, tenho essa motivação extra. Vou tentar mudar algumas coisas em relação à derrota de há uma semana”

Chun-hsin Tseng (232.º, melhor da carreira) vai tentar a segunda final consecutiva na Maia e terceira da carreira na categoria Challenger, depois de também ter cedido na final de Praga, em 2019, onde também bateu Martin pelo caminho.

“Vou rever o jogo anterior frente a ele e ver como o bati. Ele é muito duro, move-se muito bem, vamos ter trocas de bola muito longas e penso que será mais difícil desta vez”.


Total
8
Shares
Total
8
Share