Karolina Pliskova sofre lesão na pré-época e é baixa para o Australian Open

A antiga número um mundial Karolina Pliskova era uma das grandes candidatas ao título do Australian Open, mas um imprevisto em plena pré-temporada forçou-a a alterar os planos e adiar o regresso à competição: a checa sofreu uma mazela na mão direita e o período de recuperação coloca-a fora do primeiro Major da próxima temporada.

“Infelizmente lesionei-me na minha mão direita numa sessão de treinos da passada terça-feira e por isso não vou poder participar em Adelaide, Sidnei e no Australian Open em janeiro. Estou triste por não começar a temporada na Austrália”, pode ler-se num comunicado. Também nas redes sociais Pliskova expressou o descontentamento: “Alguns dias são piores que outros. Vou estar fora por algum tempo, mas a esperança e o tempo conseguem resolver tudo.”

Karolina Pliskova, que neste momento ocupa a quarta posição mundial, está em vias de perder esse posto e junta-se aos nomes a riscar da lista de participantes, também já sem Serena Williams ou Bianca Andreescu. As três jogadoras do pódio, Ashleigh Barty, Aryna Sabalenka e Garbiñe Muguruza são das que mais têm chances de sucesso em Melbourne e lideram a lista de inscritas.

Ainda sem data de regresso ao WTA Tour prevista, Karolina Pliskova vê desfeita a ideia de arrancar 2022 no tradicional verão australiano, onde alcançou resultados bastante positivos no passado: no Australian Open, foi semifinalista em 2019 depois de nos dois anos anteriores ter atingido os ‘quartos’. Nesse mesmo solo australiano ergueu por três ocasiões o troféu de campeã em Brisbane (2017, 2019 e 2020) e foi finalista em Sidnei, em 2015.


Total
10
Shares
Total
10
Share