Nuno Borges com melhor ranking da carreira, Elias e Cação também sobem

Sara Falcão/FPT

Nuno Borges alcançou esta segunda-feira, pela terceira semana consecutiva, um novo máximo de carreira no ranking ATP, ao subir 18 posições para chegar ao 210.º lugar. Depois do primeiro Maia Open. Gastão Elias, Tiago Cação, Luís Faria e Francisco Cabral também subiram depois do primeiro Maia Open.

Semifinalista na primeira de duas semanas “em casa”, o maiato de 24 anos ultrapassou Gastão Elias (que ascendeu ao 219.º lugar) para se tornar no novo número três nacional.

À frente de Nuno Borges no ranking ATP surgem apenas João Sousa (140.º, -1) e Pedro Sousa (manteve o 173.º lugar).

Em quinto lugar entre os tenistas portugueses, Frederico Silva (240.º) perdeu três posições, enquanto João Domingues (248.º) manteve a classificação e Gonçalo Oliveira (282.º) subiu dois degraus.

Ainda na atualização desta segunda-feira, Tiago Cação (468.º), Luís Faria (754.º) e Francisco Cabral (909.º) registaram, respetivamente, subidas de 19, 20 e 47 lugares.

Subidas também nos pares

Na variante de pares, Gonçalo Oliveira (finalista do Maia Open ao lado de Andrej Martin) ascendeu um lugar, para 102.º, e João Sousa perdeu um, para 142.º, mas o destaque da atualização desta segunda-feira pertence a Francisco Cabral e Nuno Borges. O portuense e o maiato, que conquistaram o quinto título do ano no circuito Challenger, subiram, respetivamente, ao 167.º e 173.º lugares, melhorando os registos pessoais na classificação mundial de pares.


Total
2
Shares
Total
2
Share