Luís Faria volta a ceder na ronda de acesso ao quadro principal do Maia Open

Sara Falcão/FPT

MAIA – Tal como na semana, Luís Faria (754 do ranking ATP) saiu derrotado na segunda e última ronda do Maia Open II, após não resistir ao suíço Damien Wenger (486.º, melhor posto da carreira), que saiu vitorioso com os parciais de 6-2 e 6-4.

Ainda não foi desta que o vimaranense de 22 anos venceu dois encontros consecutivos no ATP Challenger Tour. Num dia pouco inspirado, Wenger mostrou-se sempre mais consistente no fundo do court, provocando imensos erros não forçados do português, sobretudo com a pancada de esquerda.

O mais novo (21 anos) foi ainda capaz de servir bem da reta final do embate, quando Faria subiu o nível, controlar os pontos com a direita, ponto mais forte, e teve como uma das estratégias no duelo atacar os segundos serviços do tenista do Centro de Alto Rendimento da Federação Portuguesa de Ténis, que só arrecadou sete pontos nesse capítulo.

Luís Faria despede-se, assim, também da temporada de 2021, num ano marcado pelas meias-finais na Beloura (primeiras no circuito profissional) e por pouca regularidade no que respeita aos resultados.


Total
2
Shares
Total
2
Share