Luís Faria garante primeiro triunfo português no Maia Open II

Sara Falcão/FPT

MAIA – Começou da melhor forma a representação portuguesa no segundo Maia Open. Luís Faria (774 do ranking ATP) deitou para trás das costas uma derrota dura na semana anterior para bater o austríaco David Pichler (508.º) por 7-5 e 6-3 e assegurar uma vaga na ronda de acesso ao quadro principal da competição.

No embate de hoje, o vimaranense foi bastante eficaz nos chamados pontos importantes. Foi quebrado apenas três vezes em 13 oportunidades de Pichler – que no primeiro Maia Open cedeu na primeira ronda do quadro principal face a Tiago Cação -, mostrou-se mais sólido do fundo do campo e serviu a bom nível, disparando oito ases. Faria terminou mesmo o duelo cinco jogos consecutivos, conseguindo recuperar de desvantagens em ambos os parciais.

Na passada segunda-feira, Luís Faria tinha desperdiçado 16 break points e caído na segunda e última ronda do qualifying. Esta segunda-feira terá nova chance de ultrapassar pela primeira vez uma fase de qualificação de um torneio do ATP Challenger Tour (excluindo o estatuto de lucky loser alcançado três vezes) quando medir forças com o suíço Damien Wenger, que hoje bateu o italiano Simone Roncalli por 6-4 e 6-2. Wenger venceu o duelo anterior entre ambos, há dois anos num ITF em Nules, Espanha.


Total
12
Shares
Total
12
Share