Henrique Rocha perde o ascendente e é travado no Maia Open

Sara Falcão/FPT

MAIAHenrique Rocha (1588.º) foi derrotado (7-6[3] e 6-2) na primeira ronda do qualifying do Maia Open II depois de um encontro em que liderou ambos os sets frente ao alemão Elmar Ejupovic (434.º).

Apenas três dias depois de ter sido eliminado nos oitavos de final do Orange Bowl, nos EUA, o jovem tenista português de 17 anos regressou a casa para competir no último de dois torneios do circuito Challenger organizados na Maia, a cidade que o viu nascer para a modalidade. Convidado pela organização para o qualifying, entrou com o pé direito no encontro, liderou com dois breaks de vantagem na segunda partida (5-1) e já no segundo parcial por um break (2-1), mas não conseguiu segurar nenhuma das lideranças e acabou por ser derrotado em dois sets.

Ao ultrapassar o desafio deste domingo, Ejupovic — que na semana anterior foi derrotado por Nuno Borges na primeira ronda do quadro principal — marcou encontro com outro tenista português: Duarte Vale, que assinou a vitória mais autoritária do dia ao superar Maxime Hamou por 6-0 e 6-0 em caricatos 41 minutos.


Total
26
Shares
Total
26
Share