Borges, Cabral e Oliveira a um passo da final de pares do Maia Open

Sara Falcão/FPT

MAIA – Foi um dia muito positivo para as cores portugueses na variante de pares do Maia Open, com passagem às meias-finais da prova para Gonçalo Oliveira, a jogar com Andrej Martin, primeiros cabeças de série, e para a dupla 100% portuguesa composta por Nuno Borges e Francisco Cabral, segunda favorita ao triunfo do próximo sábado.

O primeiro dos tenistas nacionais a carimbar o acesso às meias-finais foi Gonçalo Oliveira. Depois da eliminação em singulares perante Geoffry Blancaneaux, o portuense voltou ao mesmo court número quatro para, ao lado do eslovaco Martin, triunfar com relativa facilidade frente aos espanhóis Eduard Esteve Lobato e Oriol Roca Batalla por 6-2 e 6-4, não enfrentando sequer um ponto de break.

Também confortavelmente seguiu o par Borges e Cabral para as quatro melhores duplas da prova. Com quatro títulos em 2021 em seis finais, os bicampeões nacionais ultrapassaram o tunisino Aziz Dougaz (que já tinha perdido com Nuno Borges em singulares) e o tenista do Taipé Chun-hsin Tseng com o resultado de 6-3 e 6-4.

Esta sexta-feira, Gonçalo Oliveira e Andrej Martin medem forças com Lorenzo Bocchi e Miguel Damas com um lugar na final em jogo, ao passo que as duplas Geoffrey Blancaneaux/Calvin Hemery e Ivan Gakhov/David Pichler estão, à hora da publicação deste artigo, a discutir o último quarto final.


Total
16
Shares
Total
16
Share