Borges estreia-se no top 230 e é o novo número quatro nacional, Cação regressa ao top 500

Millennium Estoril Open

Nuno Borges já andava a ameaçar e a campanha em Antália terminou com as dúvidas: esta segunda-feira, o maiato de 24 anos tornou-se no 15.º tenista português a chegar ao top 250 do ranking ATP de singulares e fê-lo em grande estilo, ao estrear-se na 228.ª posição.

A vitória no Challenger da Turquia (onde conquistou o primeio título da carreira no circuito secundário) valeu a Nuno Borges a subida de 25 posições, uma movimentação que lhe permitiu ultrapassar João Domingues (248.º, manteve a classificação) e Frederico Silva (237.º, desceu três lugares) para se tornar no novo número quatro nacional.

À frente de Nuno Borges surgem apenas João Sousa (139.º, -1), Pedro Sousa (173.º, -28 depois de perder os pontos relativos ao título conquistado no Maia Open 2020) e Gastão Elias (227.º, -5).

Na atualização desta segunda-feira também se destacaram Tiago Cação (487.º) e Luís Faria (774.º), ambos com subidas de 20 lugares. O jogador de Peniche ultrapassou o qualifying e a primeira ronda do Challenger de Antália, enquanto o vimaranense contabilizou os pontos relativos aos quartos de final num ITF de 15.000 dólares na mesma localidade.

Destaque ainda para Miguel Gomes, que aos 18 anos se estreou no ranking mundial de singulares (2050.º) depois de ter conquistado o primeiro ponto ATP da carreira no ITF de Antália.


Total
46
Shares
Total
46
Share