Medvedev supera Sinner num exigente teste já sem nada em jogo

O segundo encontro da jornada desta quinta-feira servia meramente para ‘cumprir calendário’, depois do desfecho positivo para Alexander Zverev horas antes, mas tanto Daniil Medvedev como Jannik Sinner não desperdiçaram a oportunidade de manifestarem o seu elevado nível e deram espetáculo ao público em Turim.

Já apurado e com a primeira posição do grupo garantida, o russo acabou por sair por cima de uma batalha com contornos épicos, que só se deu por concluída pelos parciais de 6-0, 6-7(5) e 7-6(8) e ao fim de duas horas e meia de muito bom ténis.

Jannik Sinner, que há dois dias havia sido o primeiro alternate a vencer na competição desde 2011 (vingou o desistente Berrettini diante de Hurkacz), mal podia esperar por um set de abertura que se viria a tornar um autêntico pesadelo. Isto porque, em menos de meia hora e com os três jogos de serviço perdidos, o italiano colocou-se numa posição delicada ao sofrer um corretivo.

Apesar do duro golpe, Sinner jamais baixou a cabeça e garantia que ainda tinha muito para dar: ambicionou a conquista do segundo parcial ao efetuar o break a Medvedev, mas foi logo de seguida ‘abafado’ por uma quebra por parte do russo. O equilíbrio levou os jogadores ao derradeiro tie-break, onde o anfitrião foi mais feliz nos detalhes para vencer pela mínima das margens.

O terceiro e crucial set seguiu um rumo muito idêntico ao anterior e uma quebra conseguida para cada lado forçou uma nova ida ao tira-teimas. O encontro foi levado ao limite e os protagonistas levaram a cabo uma titânica luta, com 18 pontos disputados, que caiu para o lado do moscovita.

O campeão em título Daniil Medvedev ainda não tem adversário definido para a próxima fase do ATP Finals (contrariamente ao colega de grupo Zverev, que vai desafiar Djokovic), mas sabe que o oponente virá do embate agendado entre o compatriota Andrey Rublev e o norueguês Casper Ruud, que disputam a segunda posição do Grupo Verde.


Total
6
Shares
Total
6
Share