Chamado em cima da hora, Sinner assina estreia de sonho no ATP Finals e sonha com meias-finais

Jannik Sinner teve apenas um par de horas para preparar a estreia no Nitto ATP Finals como alternate do compatriota Matteo Berrettini, mas agarrou-se com unhas e dentes à oportunidade e deu uma lição a Hubert Hurkacz (6-2 e 6-2) para entrar a ganhar no “Masters” e levar à loucura o Pala Alpitour de Turim, em Itália.

Extremamente motivado e, acima de tudo, extremamente eficiente, o jovem italiano de apenas 20 anos dominou o encontro do início ao fim e em 88 minutos carimbou a vitória que fez dele o primeiro alternate a vencer um jogo no ATP Finals desde Janko Tipsarevic em 2011, quando o sérvio derrotou o compatriota Novak Djokovic — mas, mais do que isso, no tenista mais novo a assinar uma vitória na cimeira de final de ano desde Lleyton Hewitt em Lisboa 2000.

Apesar de estar obrigado a vencer para manter vivas as hipóteses de apuramento, uma vez que apenas teria dois encontros a disputar na fase de grupos, Sinner usou a seu favor o facto de entrar no torneio livre de pressão não só por ser o mais novo, mas sobretudo pela condição de alternate, e empurrou rapidamente para um canto o nervosismo. Afastadas as emoções, o italiano teve caminho aberto para deixar bem patente o seu ténis agressivo (17 winners contra 11 erros não forçados), quebrar por quatro vezes o serviço de Hurkacz e salvar as cinco oportunidades de que o polaco dispôs,

Assim, não foi surpreendente vê-lo caminhar com relativa tranquilidade para uma vitória que lhe permitiu reultrapassar Félix Auger-Aliassime no ranking e garantir a permanência no top 10 mundial até ao fim do ano, mas também continuar a sonhar com a presença nas meias-finais.

Com Daniil Medvedev (2-0) já qualificado e em primeiro lugar, o Grupo Vermelho continua a ter vários cenários de apuramento: Alexander Zverev (1-1) é o único jogador do grupo que não depende de terceiros e qualifica-se com uma vitória sobre Hubert Hurkacz (1-1) na quinta-feira; já o polaco, precisa de vencer Zverev e esperar que Medvedev derrote Sinner, enquanto o italiano segue em frente se superar Medvedev e Hurkacz derrotar Zverev.

A fechar a noite, um momento emocionante: Depois de carimbar a vitória na estreia no ATP Finals, Jannik Sinner dedicou a já tradicional mensagem na lente de uma das câmaras a Matteo Berrettini, que desistiu devido à lesão abdominal contraída no primeiro encontro da fase de grupos. “Matteo, és o meu ídolo”, escreveu o mais novo dos dois jogadores da casa, que segundos depois, na entrevista rápida no court, deixou palavras de incentivo ao compatriota: “Ele já teve azar muitas vezes ao longo da sua carreira. Desejo-lhe o melhor e como disse antes vou jogar este torneio por ele, porque ele merece mais do que eu estar aqui.”

Última atualização às 21h57.


Total
2
Shares
Total
2
Share