Dois anos depois, Daniil Medvedev volta a inscrever o nome na final do US Open

Daniil Medvedev chegou a Nova Iorque como um dos grandes (e poucos) candidatos capazes de travarem Novak Djokovic na sua busca pelo histórico Grand Slam — isto é, a conquista dos quatro maiores torneios do calendário num só ano — e esta sexta-feira voltou a confirmá-lo, ao derrotar Félix Auger-Aliassime por 6-4, 7-5 e 6-2 para regressar à final do US Open, que também jogou em 2019. Será a segunda decisão ao mais alto nível para o russo só em 2021, depois de ter deixado escapar o título no Australian Open, precisamente para o sérvio.


Total
2
Shares
Total
2
Share