Anett Kontaveit assina regresso aos títulos na edição inaugural de Cleveland

A primeira edição do Tennis in the Land, evento de categoria WTA 250 disputado em Cleveland, concluiu-se este sábado e Anett Kontaveit é a primeira campeã da prova. A tenista de 25 anos impôs-se na final diante da romena Irina-Camelia Begu, com os parciais de 7-6[5] e 6-4, e garantiu o regresso aos títulos no circuito WTA.

Número 30 mundial e segunda cabeça de série em Cleveland, Anett Kontaveit assinou vitórias sobre Lauren Davis (1-6, 6-0 e 6-0), Caroline Garcia (6-3 e 6-3), Katerina Siniakova (6-3, 5-7 e 6-2) e Sara Sorribes Tormo (6-4 e 6-4) para atingir mais uma final de singulares. Na outra metade do quadro, Begu não precisou de afastar Daria Kasatkina, a primeira cabeça de série, mas afastou a responsável por esse feito, Magda Linette. Nas meias-finais, a romena venceu por 7-6[5] e 6-2. Antes, Begu já tinha eliminado Ekaterina Alexandrova (7-6[3] e 6-3), Polona Hercog (7-6[5] e 7-5) e Aliaksandra Sasnovich (6-2 e 6-4).

Kontaveit era a teórica favorita para a final, mas o histórico da tenista da Estónia em finais poderia colocar uma pressão extra na tenista nascida em Tallinn: cinco desaires nas últimas cinco finais e apenas um título conquistado em oito possíveis. Na terceira final do ano (o embate frente a Ann Li no Grampians Trophy foi cancelado e Kontaveit perdeu o título de Eastbourne para Jelena Ostapenko), a segunda melhor cotada acabou por ser feliz e atingiu o segundo título da carreira em nove finais.

Capaz de controlar a potência das suas pancadas, Kontaveit — que começou a trabalhar com Dmitry Tursunov este mês — fez bom uso do seu jogo de fundo do court e da força das suas pancadas para rubricar 25 winners. Begu ainda foi capaz de superar esse registo (fez 27), mas também superou em larga escala os 15 erros não-forçados da adversária, já que a romena cometeu 25.

Oportuna, Anett Kontaveit aproveitou a primeira chance do encontro para quebrar o serviço a Begu e chegar a uma vantagem de 4-2 no primeiro set, que rapidamente tratou de dilatar com a confirmação do jogo de serviço seguinte. Os problemas, no entanto, surgiram quando a estoniana foi chamada a servir para fechar o set. Nesse momento, Kontaveit não teve tanta facilidade em fechar como nos jogos anteriores e Begu regressou à discussão do parcial, apenas para o perder pouco depois num tiebreak onde apenas um mini-break foi suficiente para fazer a diferença.

Begu venceu o primeiro jogo do segundo set, mas quando voltou ao serviço, claudicou. Sempre eficaz, Kontaveit converteu novamente à primeira, naquele que foi apenas o segundo break point que teve no encontro, e abriu a vantagem que precisava. Dali até ao final, a número 30 mundial não tremeu, nem mesmo quando teve de servir para fechar o encontro e conquistar o troféu.

Agora com dois títulos em nove finais, Anett Kontaveit chega ao US Open em grande forma. A ex-número 14 mundial vai subir dois lugares na atualização do ranking desta segunda-feira e assumir a 28.ª posição. Quanto a Irina-Camelia Begu, que tem agora um registo de 4-4 em finais WTA, vai subir oito lugares e chegar ao 66.º posto.

Total
34
Shares
Total
34
Share