Pedro, João, Frederico, Gastão e João: dia cheio para Portugal no arranque do US Open

Não há outra forma de o dizer: terça-feira será um “Dia D” para as aspirações portuguesas no US Open, uma vez que Pedro Sousa, João Sousa, Frederico Silva, Gastão Elias e João Domingues — os cinco representantes nacionais que vão a jogo no último torneio do Grand Slam da temporada — têm todos estreia prevista no qualifying para a jornada que marca o arranque da competição.

O primeiro a entrar em ação será Frederico Silva (180.º ATP), logo às 11 horas de Nova Iorque e 16 horas de Portugal Continental (menos uma nos Açores), que na primeira passagem pelo Major norte-americano — o único em que ainda não competiu — medirá forças com o polaco Kamil Majchrzak (115.º e primeiro cabeça de série) no primeiro encontro do dia no Court 4.

Os restantes tenistas portugueses entrarão em ação nas últimas horas da jornada, antevendo-se uma sobreposição de embates: Pedro Sousa (128.º), João Sousa (149.º) e Gastão Elias (233.º) disputam os quartos encontros do alinhamento, respetivamente nos courts 17, 6 e 13 contra Ulises Blanch (252.º), Paolo Lorenzi (188.º) e Hugo Grenier (242.º), enquanto João Domingues (243.º) desafiará Zdenek Kolar (183.º) no quinto e último duelo do dia no Court 8.

Total
31
Shares
Total
31
Share