Gonçalo Oliveira sagra-se vice-campeão de pares em Verona

O português Gonçalo Oliveira sagrou-se este sábado vice-campeão de pares no Challenger de Verona, em Itália. O tenista portuense disputou a quarta final do ano na variante no circuito secundário, tendo somado o segundo desaire.

A fazer par com o suíço Luca Margaroli, com quem defendia o estatuto de quarto cabeça de série, Gonçalo Oliveira defrontou os terceiros cabeças de série, Sadio DoumbiaFabien Reboul, na grande final. Ao fim de uma hora e 40 minutos de encontro, Doumbia e Reboul foram mais fortes e selaram o triunfo com os parciais de 7-5, 4-6 e 10-6.

Depois de terem cedido um primeiro parcial onde tiveram três break points antes de sofrerem um break na altura em que procuravam o tiebreak, Oliveira e Margaroli responderam na segunda partida. A dupla luso-suíça conseguiu o desejado break e eliminou ainda quatro break points quando servia para fechar o set.

No match tiebreak, Gonçalo Oliveira e Luca Margaroli ainda lideraram por 3-1, mas a dupla adversária assumiu as despesas do embate a partir do 3-4 e venceram sete dos nove pontos seguintes para chegar ao triunfo.

A final em Verona foi a quarta da temporada para Gonçalo Oliveira. O tenista de 26 anos já tinha vencido em Santiago — com Luis David Martínez — e Prostejov — com Aleksandr Nedovyesov — na presente época, antes de ficar pelo vice-campeonato em Amersfoort, onde fez par com Sergio Galdos. Na próxima semana, o português vai jogar em Varsóvia, na Polónia.

Total
1
Shares
Total
1
Share