Alexander Zverev roça a perfeição e conquista o Masters 1000 de Cincinnati

Melhor era impossível: Alexander Zverev atingiu um nível quase estratosférico e deu uma masterclass a Andrey Rublev, ao derrotar o russo com os parciais de 6-2 e 6-3 para vencer o ATP Masters 1000 de Cincinnati, nos EUA, apenas 20 dias depois de ter conquistado o ouro nos Jogos Olímpicos de Tóquio.

Menos de 24 horas depois de ter deixado pelo caminho Stefanos Tsitsipas num encontro que teve de tudo um pouco e que ocupará um lugar entre os melhores do ano, o alemão de 24 anos não acusou o desgaste que se poderia esperar. Pelo contrário, apresentou-se mais fresco do que nunca e precisou de apenas 59 minutos para assinar a vitória mais autoritária da semana.

A semana perfeita em Cincinnati valeu a Alexander Zverev a conquista do 17.º título da carreira. Desses, quatro foram celebrados em 2021 e cinco em torneios da categoria ATP Masters 1000 (Roma e Canadá em 2017, Madrid em 2018 e 2021 e agora Cincinnati).

Quanto a Andrey Rublev, um dia depois de ter deixado pelo caminho o compatriota Daniil Medvedev, número dois mundial, voltou a cair na final de um torneio desta dimensão, meses depois de ter terminado como vice-campeão na terra batida de Monte Carlo.

Total
4
Shares
Total
4
Share