Matilde Morais conquista o primeiro título de singulares da carreira em torneios internacionais (e faz a dobradinha)

21 de agosto de 2021 é um dia que Matilde Morais não vai esquecer: com apenas 16 anos, a jovem portuguesa conquistou, este sábado, o primeiro título de singulares da carreira no circuito mundial de juniores ao sagrar-se campeã da Taça Diogo Nápoles, no Complexo Desportivo do Monte Aventino (habitualmente o torneio joga-se no Lawn Tennis Clube da Foz). Pouco depois, alcançou a dobradinha ao lado da parceira Mafalda Guedes.

Quarta cabeça de série do torneio, Matilde Morais (724.ª do ranking ITF) alcançou o quinto triunfo da semana — e quarto em dois sets — ao derrotar a canadiana Scarlett Nicholson (652.ª) por autoritários 6-2 e 6-3.

Nas rondas anteriores, a tenista do Colégio Amor de Deus superou Alicia Celorio Morales (sem ranking) por 6-1 e 6-1, Lilya Raiss (1760.ª) por 6-1 e 6-0, Carla Verdú Azorín (2967.ª) por 6-1, 5-7 e 6-3 e Cristina Ramos Sierra (também sem classificação) por 6-1 e 6-3.

Na variante de pares, Matilde Morais alcançou a dobradinha ao confirmar o estatuto de primeira cabeça de série ao lado da parceira Mafalda Guedes, com quem derrotou as alemãs Amelie Justine Hejtmanek e Vicky Veloso (quintas pré-designadas) por 6-1 e 6-3.

O título conquistado este sábado na Taça Diogo Nápoles foi o terceiro consecutivo (!) para a dupla portuguesa, que nas semanas anteriores também triunfou no XXVI Internacional Junior de Leiria e na Oporto Sistelmar Cup 2021.

Total
30
Shares
Total
30
Share