Gastão Elias e Gonçalo Oliveira em rota de colisão em Verona

Sara Falcão/FPT

Gastão Elias (239.º ATP) e Gonçalo Oliveira (297.º) carregam novamente as cores nacionais no ATP Challenger Tour e esta semana é em Verona que desembarcam para atuarem num evento que tem Carlos Taberner (106.º) como primeiro pré-designado.

Gastão Elias está a atravessar um período menos positivo da temporada, com cinco desaires seguidos no registo, mas vai tentar esta terça-feira inverter a situação em solo transalpino. O lourinhanense almeja o regresso às vitórias e a cidade de ‘Romeu e Julieta’ poderá ser o palco para o conseguir.

Oitavo favorito à conquista do título na terra batida italiana, o português já conhece o sorteio do quadro principal, que o opõe a um jogador que nunca enfrentou, apesar de partilharem experiência no circuito secundário: Andrea Arnaboldi, figura da casa que aos 33 anos é 296.º classificado.

Se o triunfo cair para o lado luso, Gastão Elias tem como possível adversário na segunda eliminatória o norte-americano Fletcher Scott, detentor de wild card, caso este passe por um jogador proveniente da fase de qualificação. Dmitry Popko, Jay Clarke e Roberto Quiroz são outros nomes também presentes na metade inferior do quadro.

Igualmente inserido na secção de Gastão Elias está o português Gonçalo Oliveira, com quem se cruza se se confirmarem vitórias de ambos nos dois primeiros respetivos desafios. O portuense vai desafiar o veterano italiano Paolo Lorenzi, terceiro cabeça de série e 189.º posicionado aos 39 anos, sendo Nino Serdarusic e Filippo Baldi os eventuais adversários seguintes.

Na competição de pares, o português de 26 anos ocupa o estatuto de quarto pré-designado ao lado do helvético Luca Margaroli: o duo enfrenta na ronda de estreia o par formado pelo espanhol David Vega Hernandez e pelo holandês Mark Vervoort.

Total
1
Shares
Total
1
Share