Pedro Libório e Maria Santos a um passo da glória em Leiria, num dia com conquistas portuguesas nos pares

Primeiros cabeças de série dos respetivos quadros, Pedro Libório e Maria Santos são os dois portugueses com presença confirmada no dia dedicado à disputa das finais de singulares do XXVI Internacional Júnior de Leiria. São as últimas esperanças da casa e têm hipóteses de conquistarem, este domingo, os maiores troféus do prestigiado evento da cidade do rio Lis.

Com um finalista garantidamente português, Pedro Libório prevaleceu diante do compatriota Martim Marujo, com os parciais de 7-5 e 6-2 a ditarem a continuação em prova do mais credenciado dos tenistas lusos. Mas Diogo Morais não conseguiu tornar a final 100% nacional e cedeu diante do espanhol Mario Martinez Serrano, por 6-3, 0-6 e 6-4.

Já na competição feminina, a grande favorita Maria Santos foi superior no compromisso das meias-finais e com os parciais de 7-6(3) e 6-2 pôs travão à canadiana Scarlett Nicholson para garantir o voo para o dia da grande decisão. A ela junta-se a gaulesa Jade Psonka — que para trás deixou Amelie Justine Hejtmanek por 6-0, 1-6 e 6-4 –, protagonizando uma final entre as duas melhores cotadas em Leiria.

Este sábado contou ainda com os festejos portugueses nas variantes de pares: Diogo Morais e Henrique Petiz bateram os compatriotas Filipe Krohn da Silva e Nuno Pinheiro por 6-4, 3-6 e 10-7, ao passo que Mafalda Guedes e Matilde Morais dominaram o encontro diante de Jade Psonka e Tiantsoa Sarah Rakotomanga Rajaonah por 6-2 e 6-1.

Total
0
Shares
Total
0
Share