Sexta-feira trágica: depois dos singulares, Djokovic também é relegado para o bronze nos pares mistos

Em poucas horas, o sonho de Novak Djokovic em conquistar duas medalhas de ouro nos Jogos Olímpicos de Tóquio caiu por terra. Após ter sido derrotado em singulares por Alexander Zverev, o sérvio voltou ao court poucas horas depois para disputar o acesso à final de pares mistos ao lado da compatriota Nina Stojanovic, mas foi derrotado por Aslan Karatsev e Elena Vesnina, que carimbaram o acesso à final.

A dupla sérvia ainda recuperou de um break de atraso no primeiro set e chegou mesmo a dispor de um set point, mas acabou por ceder no tiebreak. Na segunda partida, Stojanovic e Djokovic conseguiram uma quebra de serviço madrugadora e mantiveram-na durante grande parte do parcial, mas a ponta final dos russos foi de grande nível e estes não só recuperaram o break de atraso como ainda fizeram um segundo para fechar o embate em 7-6[4] e 7-5.

A vitória de Karatsev e Vesnina garante, desde logo, a conquista das medalhas de ouro e prata para o Comité Olímpico Russo, já que estes vão defrontar os compatriotas Andrey Rublev e Anastasia Pavlyuchenkova na final. A dupla russa surpreendeu os australianos John Peers e Ashleigh Barty com os parciais de 5-7, 6-4 e 13-11 para garantirem o acesso à final. Na luta pelo bronze vão estar então as duplas da Sérvia e da Austrália.

Total
10
Shares
Total
10
Share