Marcos Freitas sobrevive ao susto e entra a ganhar nos Jogos Olímpicos

Marcos Freitas, o melhor mesatenista português da atualidade, qualificou-se esta segunda-feira para a terceira ronda do torneio individual de ténis de mesa dos Jogos Olímpicos de Tóquio, ao derrotar o austríaco Daniel Habesohn por 4-3.

A competir pela quarta vez na prova olímpica, o jogador madeirense (24.º classificado mundial) superou um encontro de várias oscilações no marcador e um susto na reta final (vencia por 3-1 quando perdeu dois sets consecutivos e foi obrigado a jogar o parcial decisivo) para triunfar por 11-7, 3-11, 11-7, 11-6, 11-3, 2-11 e 11-3 perante o número 48.º do ranking.

Quinto classificado nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016, Marcos Freitas já está nos oitavos de final do torneio individual.

Horas antes, também no torneio masculino, Tiago Apolónia não conseguiu sobreviver a um adversário mais cotado e cessou a sua participação na variante individual, enquanto na prova feminina Fu Yu conseguiu estrear-se com uma vitória autoritária e prolongar a representação portuguesa naquele quadro, que já não conta com Shao Jieni.

Total
143
Shares
Total
143
Share