Sete portugueses entram a ganhar no qualifying em Castelo Branco

A fase de qualificação dos Internacionais de Ténis de Castelo Branco 2021 arrancou este domingo e com vários portugueses em prova. No fim do primeiro dia do qualifying, sete tenistas da casa conseguiram o passaporte para a segunda ronda do apuramento para o quadro principal.

Os primeiros dois tenistas a seguir em frente foram Francisco Rocha e Afonso Portugal. O primeiro, oitavo cabeça de série do qualifying e 1924.º no ranking ATP, superou o compatriota Eduardo Morais por 6-2 e 6-2, ao passo que Afonso Portugal bateu o espanhol Ángel Guerrero Melgar por 6-1, 3-6 e 10-6. Sensivelmente ao mesmo tempo, no Court 3, Guilherme Rosa foi derrotado pelo brasileiro Paulo André Saraiva dos Santos por 6-3 e 6-3, já depois de Guilherme Coelho ter cedido no mesmo court para o francês Raphael Lambling, 1842.º no ranking ATP e sétimo cabeça de série, por 6-0 e 6-0.

Um dos grandes triunfos lusos do dia surgiu no Court 1, após o triunfo de Francisco Rocha. João Graça, de 20 anos, surpreendeu o israelita Lior Goldenberg, 1658.º classificado no ranking mundial e quarto cabeça de série, com uns autoritários 6-2 e 6-2. À mesma hora, mas no Court 2, Guilherme Sousa Severin superou o britânico David Quayle por 6-2 e 6-3 e também seguiu para a ronda seguinte. Menos sorte teve Henrique Petiz, que entrou no Court 2 a seguir a Severin para ceder perante o francês Luca Sanchez (2040.º) por 6-1 e 6-1.

De volta às vitórias lusas, Valentin de Carvalho (na foto) foi um dos vencedores da casa. O tenista de 22 anos superou Aditya Katticaren por 6-1 e 6-1 no quinto embate do dia no Court 1. O embate seguinte naquele court deveria opor o brasileiro Bernardo Bueno ao português João Portugal, mas o tenista luso não foi a jogo e Bueno apurou-se para a segunda ronda via walkover. O sétimo e último embate do dia no Court 1 opôs Illia Stoliar a André Rodeia e foi o último a sair por cima. Rodeia triunfou por 6-7[2], 7-5 e 10-6 e aumentou a vantagem no confronto direto sobre Stoliar para 2-0.

No Court Valongo 1 entraram em ação os restantes tenistas portugueses calendarizados para competir este domingo. Simão Alves, de 21 anos, cedeu para o britânico Russell Henderson por 6-4 e 7-5 e Duarte Melo também foi derrotado, no caso pelo francês Adan Freire da Silva e por 6-2 e 6-2. Pelo meio, Bernardo Teixeira saiu por cima no duelo frente ao compatriota João Gonçalves e seguiu para a ronda seguinte com os parciais de 6-1 e 6-1.

Total
0
Shares
Total
0
Share