Daniel Rodrigues vence batalha portuguesa rumo às meias-finais em Idanha-a-Nova

A jornada desta sexta-feira em Idanha-a-Nova teve como prato principal o confronto português entre Daniel Rodrigues e Tiago Cação. Com a garantia de antemão de que um tenista da casa ia estar nas meias-finais, coube ao primeiro a honra de seguir para a próxima fase, depois de derrotar o tenista de Peniche em dois sets.

Rodrigues, que furou o qualifying no início da semana, continuou a trilhar o seu caminho em Idanha-a-Nova de forma autoritária. O tenista luso teve 14 chances para quebrar o serviço de Cação e precisou de converter apenas quatro para construir os parciais de 6-3 e 7-5, que lhe valeram o apuramento para o top 4 da competição.

Em busca de atingir a final do torneio português, que é dotado de 25 mil dólares em prémios monetários, Daniel Rodrigues vai ter de fazer algo que já fez anteriormente: derrotar um cabeça de série. O português — que é o único tenista nas meias-finais que não está entre os cabeças de série — foi responsável por afastar o primeiro pré-designado, Kaichi Uchida, na ronda inaugural e agora terá de fazer o mesmo diante de Zane Khan, 497.º no ranking ATP e quinto favorito ao título, para atingir a grande final. O norte-americano, de 19 anos, venceu o moldavo Alexander Cozbinov (700.º) por 6-0 e 7-5. A outra meia-final vai opor Nicolás Moreno de Alborán — derrotou João Lucas Reis da Silva por 7-6[2] e 6-4 — a Anton Matusevich, que bateu Simon Carr por 6-4, 4-6 e 6-4.

Ainda esta sexta-feira, Pedro Araújo e Fábio Coelho despediram-se da competição de pares. A dupla portuguesa cedeu nas meias-finais para os japoneses Takuto Niki e Kaito Uesugi por 6-4, 4-6 e 10-6.

Total
34
Shares
Total
34
Share