Gonçalo Oliveira derrotado por cabeça de série na estreia em Amersfoort

Sara Falcão/FPT

Depois de Gastão Elias, também Gonçalo Oliveira foi derrotado esta terça-feira no Challenger de Amersfoort. O tenista natural do Porto tinha uma tarefa complicada pela frente na primeira ronda e acabou mesmo por não conseguir surpreender Botic Van de Zandschulp, número 132 mundial e segundo favorito ao título no torneio holandês.

O segundo serviço foi um problema — venceu apenas oito pontos em 24 possíveis (33%) — para Gonçalo Oliveira, que também não conseguiu arranjar forma de contrariar o primeiro serviço do adversário. Depois de um primeiro parcial em que esteve longe do nível imposto por Van de Zandschulp, o português ainda liderou por 3-1 na segunda partida, mas não segurou o break de vantagem e acabou derrotado por 6-2 e 6-4 em uma hora e 25 minutos.

Se na variante de singulares ambos os portugueses foram derrotados, na variante de pares ainda há esperança de um bom resultado para o ténis nacional em Amersfoort. Gonçalo Oliveira está inscrito na competição de pares e defende o estatuto de primeiro cabeça de série ao lado do peruano Sergio Galdos. Por serem a dupla melhor cotada em prova, Oliveira e Galdos receberam um bye na primeira ronda e vão entrar em competição diretamente nos quartos de final. No que toca ao regresso à competição em singulares para o tenista do Porto, esse deverá acontecer em Tampere, na próxima semana.

Total
4
Shares
Total
4
Share