Hurkacz desafia as probabilidades e apura-se para os quartos de final de um Grand Slam pela primeira vez

Wimbledon já estava a ser mágico para Hubert Hurkacz, que nunca tinha atingido a quarta ronda de um Grand Slam. Aliás, o polaco nunca tinha sequer jogado um quadro principal no All England Club ou jogado mais do que uma segunda ronda em torneios deste nível. Esta terça-feira, contudo, tudo mudou.

Depois do embate frente a Daniil Medvedev ter sido adiado na segunda-feira, devido à forte chuva que apareceu em Londres, Hurkacz regressou ao court esta terça-feira para concluir o embate com o número dois mundial. No Court Central, o marcador indicava o resultado de 6-2, 6-7[2], 6-3 e 3-4* a favor do russo quando se reatou o embate. O tenista de 24 anos não perdeu tempo, quebrou logo o serviço a Medvedev no reatar do embate e empurrou o encontro para o quinto set.

Daniil Medvedev começou a servir na quinta partida e foi o primeiro a fazer mexer o marcador. Porém, Hubert Hurkacz elevou o nível e venceu 11 pontos de forma consecutiva para fazer o 1-1, quebrar o serviço a Medvedev para chegar ao 2-1 e ainda possuir uma vantagem de 40-0 para confirmar o break. Medvedev ainda reagiu com dois pontos consecutivos, mas Hurkacz chegou mesmo ao 3-1 e manteve-se no controlo do encontro. A recorrer ao jogo de rede sempre que possível (venceu 50 de 69 pontos disputados nessa zona do court), o menor cotado foi aguentando as tentativas de Medvedev em regressar à discussão do embate e fechou ainda com chave de ouro: um segundo break, quando o moscovita servia para se manter no encontro, que permitiu a Hurkacz fechar com os parciais de 2-6, 7-6[2], 3-6, 6-3 e 6-3.

A viver uma estreia de sonho no All England Club, Hubert Hurkacz tem agora encontro marcado com um dos melhores tenistas da história e um dos mais galardoados na relva: Roger Federer. Em jogo estará um lugar nas meias-finais da prova, um feito que seria inédito para o tenista de Wroclaw.

Total
7
Shares
Total
7
Share