Porto Open com duelos portugueses e total de 11 lusos em ação

Está tudo a postos para o começo do Porto Open, que em 2021 conseguiu concretizar o sonho de chegar ao calendário do ATP Challenger Tour. Assim, e depois de uma semana inteiramente dedicada ao ITF feminino, a partir deste domingo começam a entrar em ação no Complexo Desportivo do Monte Aventino os 11 tenistas portugueses que se dividem entre os quadros de qualificação e principal daquele que é o quinto Challenger do ano a acontecer em Portugal, depois de quatro em Oeiras.

Frederico Silva (176.º do ranking ATP) e João Domingues (242.º) conseguiram entrar diretamente no quadro principal e receberam a companhia dos compatriotas Gastão Elias (245.º), Nuno Borges (269.º) e Gonçalo Oliveira (296.º), que receberam os três wild cards à disposição da organização.

Se Frederico Silva terá pela frente o italiano Lorenzo Giustino (228.º), que há cerca de dois anos chegou a ser 127.º, quer João Domingues, quer Gastão Elias aguardam pelo desfecho do qualifying para conhecerem os primeiros adversários, enquanto Nuno Borges e Gonçalo Oliveira vão medir forças numa primeira ronda entusiasmante.

Já no qualifying irão a jogo seis tenistas “da casa”: Tiago Cação (534.º), Luís Faria (803.º), Pedro Araújo (909.º) e Francisco Cabral (998.º) entraram como alternates, enquanto os universitários Daniel Rodrigues (vice-campeão do Porto Open em 2019, quando era uma prova de 25.000 dólares) e Duarte Vale receberam os dois convites disponíveis. E, à semelhança do que acontece no quadro principal, também aqui dois jogadores lusos estarão frente a frente, no caso Cação e Rodrigues.

Quadro principal de singulares:

Porto Open singulares

Qualifying:

Porto Open qualifying

Quadro principal de pares:

Porto Open pares
Total
1
Shares
Total
1
Share